Por que o jornalismo? | Artigos


Olá leitores, hoje eu vou falar um pouco sobre a profissão que quero para minha vida. O jornalismo entrou na minha vida ainda na adolescência, quando assistia aos jornais e via as reportagens do Globo Repórter. Amava e sonhava em sair país afora contando histórias de povos e culturas diferentes. Já no ensino médio, a dúvida da qual profissão e curso eu queria veio forte. Pensava em áreas relacionadas à humanas, porque sempre fui péssimo em exatas. Aí a dúvida era entre gastronomia, publicidade e propaganda, jornalismo, cinema e audiovisual. Dentre essas, fiz faculdade de gastronomia seguindo um conselho da minha antiga professora de matemática. Escolha errada, após dois meses de curso larguei e desisti de tudo, indo para um técnico de cozinha e fazendo o mesmo, abandonei o curso. O jornalismo sempre foi o meu sonho, e essas duas passagens pela faculdade em cursos totalmente opostos me fez ter convicção de que era isso o que eu queria para minha vida.

Ser jornalista não é tão fácil assim, em tempos de incertezas sobre os jornais impressos e uma grande disputa pelo espaço online é uma tarefa difícil. Mas prazerosa. Ainda não faço o curso de jornalismo, mas sempre leio livros, acompanho blogs e sites especializados nessa área e já adquiri conhecimentos que já posso pôr em prática. No momento estou lendo um livro-reportagem do Caco Barcelos, Rota 66, que denuncia com uma narrativa literária crimes cometidos por policiais militares da Ronda Ostensiva Tobias Aguiar, a Rota. Em breve farei uma resenha sobre o livro, mas já desabafo para vocês que o livro é excelente e me faz admirar ainda mais o Caco. Estou com um projeto jornalístico, um blog meu onde divulgo notícias da minha cidade, e faço matérias e reportagens de caráter público e social. Se eu me declaro jornalista? Sim. O diploma de jornalismo não é obrigado para exercer a profissão, mas futuramente pretendo fazer faculdade para obter mais conhecimentos.

Comentários

  1. Gostei. É ótima a sua atitude de não se prender ao diploma para exercer a profissão... mesmo não sendo necessário, muitas pessoas ainda se prendem a isso.
    Boa sorte com a carreira. :)

    ResponderExcluir
  2. Ei, joia? Super me identifico, sou jornalista por paixão, mas tenho trilhado o caminho da produção de conteúdo para empresas, apesar de também prestar serviços para impressos, como revisora e repórter. Uma coisa digo: sempre há uma maneira de fazer o que gostamos, pode levar tempo para descobrir como, mas se formos analisar, conseguimos. Um abraço e boa sorte na profissão :) www.textododia.com.br

    ResponderExcluir
  3. Sou totalmente o oposto de jornalismo, hahah
    Sou engenheira, lido com contas o dia inteiro, e apenas letras no blog mesmo
    Adorei o post
    Super beijo
    Gio - Clube das 6
    www.clubedas6.com.br

    ResponderExcluir
  4. Oi tudo bom? Eu ja pensei em fazer jornalismo, gosto muito do curso por gostar de escrever, de investigar, mas o que eu sou apaixonada é por psicologia, que foi minha escolha na faculdade, mas eu admiro muito esse trabalho e super torço para vc ter muito sucesso! bjos

    ResponderExcluir
  5. Oiee, tudo bem? Já pensei em publicidade mas acho que não faria o meu estilo kkkk, jornalismo é uma profissão legal mas tbem não faz o meu estilo. Faço faculdade de Biologia mas sempre quis gastronomia, aqui na minha cidade não tem então escolhi Biologia, apesar de estar sendo muito difícil acho que esta é a área que quero seguir, mas futuramente ainda sonho em fazer um curso de gastronomia (por diversão mesmo) rs, Abraços e Boa Sorte.

    ResponderExcluir
  6. Uma profissão maravilhosa que pode dar assim um leque imenso de possibilidades eu espero que vc esteja mesmo decidido ase engajar e em breve conseguindo ai colocar sua marca no cenário jornalistico.. parabéns bjs

    ResponderExcluir
  7. Oi, tudo bom?
    Eu acho gastronomia muito legal mas não para seguir como profissão, eu faço cursinho, pretendo entrar logo na faculdade. Nunca pensei em fazer jornalismo e nem nada do gênero. Espero que você consiga realizar o seu sonho!
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Oi, Allenylson!
    Eu também queria jornalismo, sabe? Então fui selecionada para a Turma do Fundão da Mundo Estranho e tive uma noção do que faria. Conversei por e-mail com o editor chefe e tudo, e ele me deu umas recomendações bem sinceras que me fizeram mudar de ideia quanto ao que eu queria. Agora curso Direito e estou feliz.
    Mas veja bem, eu tinha uma ideia errada do jornalismo. Achava que era só glamour, escrever o que eu quisesse e fama. Quando descobri a realidade, desisti. Se você, depois de compreender todas as desventuras da carreira jornalística, optou por seguir em frente, é porque esse de fato é o seu futuro. Não desista nunca.
    Com carinho,
    Celly.

    Me Livrando ❤

    ResponderExcluir

Postar um comentário