Metrô de Londres vai distribuir livros de graça para passageiros

Penguin Divulgação
Uma parceira entre a TFL (Transport for London), empresa que gerencia todo o transporte público de Londres, a editoria de livros Penguin e o serviço de TV por assinatura Virgin Media vai ‘emprestar’ livros eletrônicos de graça para todos os passageiros do metrô entre os dias 3 e 28 de agosto, marcando o fim do verão inglês. Um site especial foi montado para que qualquer pessoa que quiser possa acessar histórias curtas ou longas em seleções diárias (algumas inéditas) com autores renomados como Harper Lee, Terry Pratchett e Stephen Fry, um jornalista da BBC muito conceituado por aqui. A ideia foi criada também para comemorar os 80 anos da editora, uma das principais do Reino Unido. 
Oitenta anos depois de Allen Lane inventar os livros de brochura, aqui chamados de “paperback” (que têm as páginas mais grossas e a capa mole), criados por ele quando foi passar um fim de semana visitando a escritora Agatha Christie, a Penguin trabalha nessa parceira para disponibilizar histórias gratuitas no formato escrito e também como livros de áudio, para quem prefere escutar as histórias. O próximo passo da editora será lançar a coleção Little Black Classics (ou ‘Pequenos Clássicos Negros’): 80 livros com 80 páginas e custando 80 centavos de libra cada. A novidade chega às livrarias em janeiro.
Vale ressaltar que, em Londres, quase todas as estações de metrô têm internet wifi gratuita, mas a conexão não funciona nos túneis, o que significa que a ideia pode ficar popular já que, em vez de acessar o e-mail ou as redes sociais, as pessoas podem baixar as histórias na plataforma e ler durante o trajeto.
Fonte: Molho Inglês, O Globo.

Comentários