O Lado Bom da Vida - Matthew Quick | Resenha do Livro

Autor: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Páginas: 256

Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um "tempo separados". Tentando recompor o quebra-cabeças de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com seu pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes da internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida. Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.

O Livro para mim não o melhor que já li, mas a história de Pat Peoples é incrível. Matthew Quick te faz devorar as páginas, ele prende você até o final do livro. Ah, o final do livro é surpreendente! 

O que o autor quer passar através da incrível história de Pat, é que devemos sempre ver o lado bom da vida, sem pessimismo, sem falta de fé. É o que muitos estão praticando hoje em dia, vêem o superficial, mas não vê o natural, o lado bom das coisas. Um livro é um pouco cômico, tem várias situações divertidíssimas, e, outras, tristes. Natural, essa é a vida como ela tem que ser. Mas, como Pat nos ensina, devemos sempre olhar o lado bom das coisas, acreditando que vai dar certo se tentarmos e nos esforçamos. E só mais uma coisa: “estou praticando ser gentil, do que ter razão.”

Comentários

  1. Um dos melhores livros que já li! "estou praticando ser gentil, do que ter razão" ! :D


    http://joandersonoliveira.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir

Postar um comentário